COMENTE

Este espaço é dedicado à você, seus comentários são importantes para que não apenas os tutoriais. mas bem como todo o conteúdo do blog seja atualizado de acordo com as suas necessidades. Comente!

sexta-feira, 20 de julho de 2018

3 Maneira de Fazer Blending no Photo Shop!


Olá Pessoal, hoje to trazendo pra vocês 3 maneiras de fazer blending no PhotoShop, se gostou do vídeo curte ai e compartilha com os amigos!

Canal DISCORD - Clube do Desenho

Para ter mais informações sobre o CURSO

Ctrl+Paint

Meus brushs do PS

FAQ para Artistas

- Meu Pefis -
Acompanhe meu trabalho na página do facebook

Conheça o Portifólio do Artísta:
Artstation
DA
Patreon
Gumroad
Tumblr
Twitter
Instagram

Veja Também: Desenhando Qualquer Coisa - Episódio 03

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Portfólio Math Oliveira


Nome: Math Oliveira ou Matheus igor da Silva Oliveira

Idade: 21
 
Técnicas: Trabalhando como GameArtist eu acaba sendo bem generalista e usando de tudo um pouco. Então ultimamente tenho usado Photoshop e Procreate para concept e ilustração, Spine e flash para animação. O sketchbook fica sempre na mochila e eu nunca desgrudo dele, então nos momentos de produzir algo eu to sempre trabalhando na ideia na minha cabeça e uso muito os momentos que estou no Metro pra racionalizar a ideia e começar a testar pequenos passos no sketchbook até sentir que aquelas ideias estão firmes o suficiente ou que valem a pena serem continuadas, então o sketchbook funciona como um laboratório de ideias e anotações de estudos e processos :P (E EU SUPER ME DIVIRTO COM ISSO, sempre to querendo mudar a forma como eu concebo as minhas ideias exatamente pra não ficar preso a um método ou linearidade na produção) Depoimento: Bom, a minha história começa meio que igual a todo mundo hehe, desenho desde criança, eu tenho um primo que desenhava bastante quando mais novo, e eu vendo ele quis copiar como ele fazia as coisas e ele foi me ensinando as coisas que ele sabia e segui copiando os mangas do ShamanKing, Naruto, Lovehina... jogava muito Nintendo 64 e PS1 ficava pausando os jogos pra copiar os desenhos (inclusive do MetalSlug que tinha um espaço de extras pra ver as artes conceituais)
Com o passar do tempo, fui me desenvolvendo sozinho, por conta da minha família não ter boas condições financeiras, nunca tive oportunidade de fazer o curso de desenho que tanto queria, porém nunca foi um impeditivo pra mim, como sempre fiz de forma despretensiosa eu só queria conseguir fazer o próximo desenho. Com uns 15 anos eu comecei a trabalhar como menor aprendiz em uma seguradora, fazia cursinho pra tentar USP (Universidade de São Paulo) e fazer ciências da computação, o desenho ele me acompanhava nessa época mais como "uma coisa que eu sei fazer" bem entre aspas, e já tinha deixado de ser algum objetivo mais palpável pro futuro. Porém a monotonia do trabalho me pegou, como eu cumpria uma função simples na empresa, toda vez q eu tinha q ir pra alguma reunião a única coisa que eu fazia era desenhar os meus amigos de trabalho, pra matar o tempo... todo rabisco era pra fazer alguma brincadeira e os meus amigos se divertiam com isso. Até que uma hora um deles disse "cara, porque você está aqui? Eu tenho um amigo que faz camisetas acho que ele vai gostar de te conhecer" e foi aí que eu fiz meu primeiro freelinha e constatei que eu podia trabalhar com isso e que eu podia ficar fazendo estampas para camiseta pra levantar uma grana extra. Freela feito totalmemte na folha de sulfite, usei o meu monitor como mesa de luz pra arrumar o desenho, depois passei o desenho um em um programa de vetorizacao automatica e mandei o arquico em pdf para o cliente (que trabalhao). Aos poucos a ideia é vontade de continuar pro meio de programação/ciência da computação foi ficando por terra, como eu podia juntar algo q eu gostava muito e conseguir ganhar algum dinheirinho com aquilo era tentador demais pra ser deixado de lado. E aí que eu descobri a existência das tablets, mesas digitalizadoras da wacom onde comprei uma bamboo capture e comecei a treinar arte digital (onde eu encontrei o desenho tuto, que fez uma presença muito marcante na minha trajetória exatamente pq foi lá que achei as primeiras coisas que eu podia fazer e entender sobre arte digital num geral.
 
 

Segui fazendo pequenas coisas, e ainda trabalhando na seguradora (porque os boletos não se pagavam apenas com o dinheiro dos desenhos) (ainda) E agora com um objetivo em mente, porém não era muito simples por conta da pressão familiar, e por conta das dificuldades financeiras, eu não podia simplesmente abraçar o meu sonho é seguir em frente, sendo que meus pais não poderiam pagar pelos meus luxos (mesmo sempre me proporcionando o melhor que eles podiam, E eu sou muitíssimo grato a eles por tudo na minha vida), mas eu queria ser um ilustrador de toda forma. Meu contrato com a empresa acabou e foi aí que eu sentei de fato por 3 meses pra focar nos estudos e pensei "agora eu preciso de fato trabalhar com isso", nesse meio tempo ficava pairando na minha cabeça aquelas varias incógnitas das incertezas dessa investida, mas estava decidido a continuar. Estudando com amigos, tutoriais na internet, passei a participar de collabs e fui aprendendo com todo esse processo e com as pessoas que apareceram na minha vida por conta da facilidade de internet. Num dia desses de estudos e colaborações, um amigo postou num grupo de estudos sobre uma vaga de emprego numa editora de material didático, e eu com medo de tentar por achar que não sabia o suficiente para trabalhar, segui o Conselho do meu pai "o não você já tem" e resolvi tentar, entrei em contato com esse amigo e mandei portfólio, Fui convidado a fazer o teste e PASSEI! (imagina um bicho feliz da vida, meu pai tinha razão)

Agora eu estava dentro do "mercado" de fato ganhando para desenhar e a partir daí percebi o quanto eu estava atrás dos meus demais amigos de trabalho e como eles eram bons, e foi latente a necessidade de estudar mais e entender melhor como fazer aquilo q eu quis pra vida um pouquinho melhor todo dia. Perceber como o mercado de ilustração abrange pra cada aplicação, mídia, direcionamento me mostrou um mar de possibilidade e de fato que deveria estudar e entender melhor dessas ramificações até pra entender mesmo com o que parte da ilustração eu queria trabalhar e aprender mais sobre. Depois de 2 anos e meio aprendendo bastante e quebrando a cabeça, (nesse meio tempo eu entrei na faculdade de audiovisual pra aprender sobre 3D na melies, escola de arte aqui de SP e me formei), passei a produzir arte pra game dentro da própria editora que tinha um material multimídia, onde aprendi e fiz peças de portfólio de games e percebi que era uma área que eu poderia atuar e que acompanhando os meus estudos, fazia muito sentido pra mim é eu estava certo que queria mais daquilo.

No final da faculdade de audiovisual apareceu um anúncio no mural da faculdade sobre uma vaga na Tapps Games, e resolvi tentar. E com o portfólio com alguns exemplos de jogos que eu tinha trabalhado fui chamado pra fazer teste e consegui entrar como "Game artist" onde foi me apresentado um mar de coisas novas pra aprender e me superar. Estou nessa empresa atualmente é impressionante como sempre tem alguma coisa nova pra aprender de como a arte pode influenciar na forma como as pessoas percebem o jogo e interagem com ele diretamente. E vem sendo MARAVILHOSO seguir ilustrando e melhorando, podendo externalizar minhas ideias cada vez de forma mais fieis a mim e a como eu vejo o mundo <3 
 

Participe do nosso grupo do DISCORD

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Desenhando Qualquer Coisa - Episódio 03



          Olá Pessoal, no 3º episódio do Desenhando Qualquer coisa, eu trago pra vocês Link de Zelda Breath of the Wild e o Sion de LoL, sugerido por vocês, então é só deixar ai nos comentários, quais personagens vocês gostariam de ver em um vídeo.

Episódio 01

Episódio 02

Meus brushs do PS

FAQ para Artistas

- Meu Pefis -
Acompanhe meu trabalho na página do facebook

Conheça o Portifólio do Artísta:
Artstation
DA
Patreon
Gumroad
Tumblr
Twitter
Instagram

 Veja também: Como melhorar meus desenhos?

sábado, 14 de julho de 2018

Como melhorar meus desenhos?

                                                                                         


Olá a todos!
Você está ai se perguntando como melhorar seu desenho? Faz muitos desenhos mas tem a sensação de que não sai do lugar?
Bem hoje vou falar com vocês 10 dicas de como melhorar seu desenho e o seu processo de aprendizagem!

1. Se divirta com o seu desenho
Sim, a pior coisa é quando o que você mais gosta de fazer se torna um peso pro seu dia, então tente se divertir fazendo o que você gosta, desenhe coisas que você sente prazer em desenhar, mas também se desafie, imagine como um personagem de anime, no qual é preciso passar por uma barreira, e depois de supera-la, irá se sentir mais forte. Tente manter um pensamento de auto-motivação.

2. Não arrume desculpas
Muitos falam que não conseguem desenhar porque não possuem os materiais necessários, ou porque não tem com quem aprender, e tantas outras desculpas. Não perca tempo se desculpando por uma coisa que você nem começou. Ao invés de pensar somente nos problemas, pense em uma solução. Se não tem um tablet ou mesa digital, use o lápis que tem em casa com um papel qualquer. Existem tantos artístas incríveis que usam materiais tão simples pra desenhar. Use sua criatividade.

3. Dedique um tempo para os estudos
Assim como qualquer coisa na vida, é importante praticar o desenho, mas é importante estudar também, sim! você precisa ler mais sobre desenho, e como fazer isso? vá atrás de livros que falem sobre o assunto, hoje em dia é muito mais fácil você encontrar apostilas , livros e vídeos sobre o assunto, a internet facilita tudo isso. Seja mais curioso.



4. Desenhe com amigos
Muitas vezes nós desenhistas nos fechamos no nosso mundinho, e deixamos todo o resto de lado, isso não é errado, as vezes precisamos mesmo de um tempo pra fazer uma arte bem legal, mas, desenvolver uma peça de ilustração com um amigo ou amiga, pode ser legal também, além de interagir e trocar idéias sobre o que melhorar, você ainda vai fazer amizade com outras pessoas. Não se isole, as redes sociais podem ajudar você com isso.

5. Olhe para os grandes mestres
Procure por referências, mas não deixe que isso vire um mingal de desenhos que você somente gosta ou acha legal, procure por artistas que você realmente quer ser influenciado, e tente entender como ele desenvolve o trabalho dele, faça estudos baseado nos trabalhos que eles fazem. Aviso importante, não tenha somente uma referência, isso pode ser perigoso, e você pode acabar se tornando um minion desse artísta, raramente uma cópia será melhor que o original...pense nisso.

6. Estilo Próprio
Não fique obcecado em ter um estilo, isso porque você nunca vai ter um estilo, sabe porque? porque você vai mudando com o tempo, e as pessoas vão reconhecer o seu trabalho por aquilo que você coloca neles, as coisas que mais gosta de fazer enquanto produz. A coisa mais importante é o processo que você vai usar enquanto desenha.



7. Perfeição?
Dizem que todo artísta busca a perfeição, mas se esse for o seu foco principal, pode ser que você nunca saia do lugar, pois é certo que nunca você vai considerar seu trabalho perfeito, e se isso acontecer, então não tem mais motivos pra continuar. Não se cobre de mais na hora de produzir algo, você vai perceber sempre que ao terminar uma peça de desenho, há algo que poderia ser feito melhor, então deixe pra melhorar isso em um próximo desenho, ou em um próximo rascunho.

8. Desenhe todo dia
Sim treinar muitas horas será necessário, é importante que você treine sempre, e de preferência que tenha um horário do dia separado pra essa atividade, mas! não deixe de viver sua vida normalmente, as vezes fazer outras coisas legais até podem inspirar muito mais do que somente ficar desenhando por muitas horas a fio.

9. Seja persistente
Nossa o quanto de pessoas que vejo que começam a desenhar e logo desistem, pois esperam ter um resultado rápido, acham que podem encontrar uma fórmula mágica que irá faze-los desenhar melhor, ou é aquele brushe que o cara usa, ou é aquele estilo que faz sucesso. Não! Faça o que você tem vontade, e aquilo que te representa, e siga o seu caminho nessa direção, não desista!

10. Não se compare com os outros!
Pelo amor de Deus! Parem com isso de se comparar com os outros! Se não você sempre vai se achar ruim! Quer se comparar? se compare com sigo mesmo, faça uma pasta divididas por mês e ano, e vá salvando seus estudos e trabalhos, deixe passar um tempo e reveja suas artes, você vai ver como está indo sua evolução. Não viu mudanças? faça algo diferente, tente novas técnicas, mude a mídia que está usando, volte pro tradicional, ou mesmo reveja assuntos que você achava que já dominava, o aprendizado não é uma linha reta.

Bem pessoal, espero que tenham gostado dessas dicas, e me diz ai nos comentários o que vocês acharam desse bate-papo. Já passaram por coisas desse tipo? como foi? o que fizeram pra melhorar?

Não esqueça que você pode me encontrar em outras redes sociais, só entrar no Portifólio do Artísta.

Dê uma olhadinha também nesse curso de um dos nossos parceiros, acho que pode ajudar você que está iniciando, ou que quer saber mais sobre desenho. veja mais aqui.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...